Minha Retrospectiva 2019

Olá pessoa!

Esse ano foi demais, teve muita, mas muita coisa boa acontecendo.

Passou aqui pelo blog aproximadamente 200 mil visitas únicas e 20 mil leituras lá no medium. Além de palestras ao vivo, viagens para 7 países diferentes e algumas conquistas que me enchem de orgulho!

Como não pretendo fazer esse post muito longo, vamos direto para os highlights!

Microsoft MVP Summit

O primeiro grande highlight do ano certamente foi o Microsoft MVP Summit, um evento que rola todo ano lá na matriz da Microsoft em Seattle, onde os Microsoft MVPs do mundo todo são convidados para uma série de palestras técnicas e anúncios do que chega de novo para o próximo ano nas tecnologias Microsoft.

Microsoft

Como recebi esse prêmio ano passado, esse foi o meu primeiro ano no evento e apesar de ter escutado reclamações, para mim tudo foi fantástico! Não tem como descrever a experiência de conhecer uma galera tão foda.

As pessoas que constroem as ferramentas que eu usava no dia a dia para trabalhar. E não só isso, ter a oportunidade de se encontrar com outros MVPs do Brasil e do mundo.

MVP Summit

Fiz diversas amizades nessa viagem e sem dúvida nenhuma, esse evento vai ficar na memória!

Antes do primeiro dia de evento fiz um passeio rápido por Toronto, foi só um diazinho, mas deu para aproveitar algumas coisas, como a CB Tower por exemplo, uma das maiores torres do mundo! (E vencer o medo de altura, como faz?)

CB Tower

Depois de um dia de passeio, o evento começou pra valer!

Teve muito conteúdo e claro, uma dose de realidade para ver o quanto a gente ainda precisa aprender. De quebra, ainda tive a oportunidade de conhecer o estúdio do Channel 9, um canal de vídeos de treinamentos da Microsoft.

Channel 9

Aproveitando Seattle, fiz mais alguns rolês, até porque ninguém é de ferro né? Teve Space Needle, museu da cultura pop e tudo mais que tinha direito.

Space Needle

Eventos Técnicos de Abril

Abril foi um mês com alguns eventos bem legais, logo no início palestrei sobre Machine Learning no InterOP, lá em Florianópolis. Um pouco depois, junto com a galera da Qualyteam, organizei o evento de lançamento do Visual Studio 2019 em Balneário Camboriu e por último e não menos importante, aconteceu o TDC (The Developer’s Conference) mais um vez em Floripa.

Neste último evento tive a honra de ministrar quatro palestras e ser coordenador das trilhas .NET e INSPIRE.

A INSPIRE é uma trilha fantástica focada em introduzir jovens e adolescentes à área de tecnologia. Falei isso alguma vezes no evento e acho que vale repetir aqui: O objetivo disso não é dizer que a área de tecnologia é o único caminho, mas sim, mostrar para os jovens que se eles quiserem seguir essa área, tem gente disposta a estender a mão.

Tenho muito orgulho de ter participado disso e aqui fica um vídeo para quem tiver curiosidade sobre essa trilha do evento:

Além disso, esse TDC também teve um outro momento bastante especial para mim.

Apesar de participar do evento há alguns anos, foi a primeira vez que tive a honra de poder palestrar no palco principal. Minha palestra foi sobre reconhecimento de letras em libras através de algoritmos de machine learning (AI).

TDC

Nerdologia

Ainda em abril decidi fazer este post sobre como o Doutor Estranho dos Vingadores poderia navegar pelas possibilidades vistas pela jóia do tempo de maneira eficiente.

Esse post foi feito com base em um vídeo do Nerdologia, que na minha visão é um dos melhores canais do YouTube. E imagine a minha felicidade quando fui citado por lá?

Bem no finalzinho o Átila, biólogo, pesquisador e pessoa que me deixou maluco ao me citar, comenta sobre esse meu post.

Para me deixar ainda mais animado, isso tudo aconteceu em um dos vídeos que mais gosto (mas talvez eu tenha um pouco de viés né?)

Open Source e Publicações iMasters e no Microsoft Tech

Também foi em 2019 que a minha biblioteca de programação funcional a Tango, “explodiu”. Nesse ano a biblioteca atingiu a marca de mais de 55 mil downloads, tendo uma média de 50 instalações por dia.

É inacreditável pensar que 50 instalações são feitas todos os dias de algo que eu criei.

Ainda em 2019 que comecei a publicar artigos pelo site iMasters e desde então aproximadamente 17 mil pessoas começaram a ler meus posts por lá! É sempre muito maneiro poder alcançar mais gente.

No blog da Microsoft, o Microsoft Tech minha ação foi bem mais pontual. Tive só um post publicado por lá, mas confesso que é um dos que eu mais tenho orgulho de ter feito aqui no blog.

Este post sobre IA aplicada à uma base de dados de pokémon deu um trabalho monstro, mas acho que o resultado ficou bem bacana, se ainda não viu, dá uma conferida lá.

Intercâmbio na Irlanda e Viagens

Em maio foi onde o maior ponto de virada aconteceu, eu e minha esposa viemos para Dublin, Irlanda para fazer um intercâmbio para melhorar o inglês.

Isso significou: largar o emprego e ficar longe da família e de amigos. Mas é impossível não se sentir super privilegiado por ter uma oportunidade dessas.

Porque apesar do que eu falei, isso tornou possível conhecer muito mais gente, muito mais lugares, culturas e ter várias novas experiências.

Desde que cheguei aqui, minha esposa e eu visitamos: Amsterdam (um diazinho só), Londres, Paris e Belfast. É até difícil de descrever o quão transformador isso foi e está sendo para mim.

Renovação do Programa Microsoft MVP

Em julho recebi a notícia que minha premiação como Microsoft MVP tinha sido renovada, mais uma vez na categoria Developer Technologies. Fiquei muito feliz em receber o prêmio por mais um ano, apesar de ser um pouco de vaidade, sempre dá um quentinho no coração ser reconhecido por compartilhar conhecimento.

Mesmo estando bem feliz com a premiação, me mantive no programa por bem pouco tempo após a renovação. Já em outubro, eu mesmo fiz a ligação pedindo para ser desligado do programa da Microsoft.

Normalmente sair do programa MVP seria uma coisa muito triste, mas neste caso específico foi por conta de uma conquista, então definitivamente não era tempo de ficar triste, mas sim, de celebrar!

Me tornei um Amazonian

Bom, o motivo de eu ter saído do programa Microsoft MVP é por ter recebido (e aceitado, claro) uma oferta para trabalhar como software engineer na Amazon aqui em Dublin!

AWS

Eu não consigo descrever o tamanho dessa conquista, de verdade. Parece surreal.

Foi uma mudança gigantesca de carreira, troquei praticamente todo o conjunto de tecnologias que eu estava acostumado a trabalhar, mas sabe do que mais? Está sendo maravilhoso.

Eu sei que pode soar um pouco clichê, mas sair da zona de conforto e conseguir impactar literalmente milhões/bilhões de pessoas é inacreditavelmente recompensador.

Que venha 2020

Novo ano, novos tempos e eu não quero cair no papo de auto-ajuda, mas esse ano foi de fato, recheado de realizações e vitórias. Eu sei que não é assim tão simples, e que o caminho pode ser mais difícil pra uns do que para os outros, mas corre atrás do sonho, sério.

Eu sei que tive a sorte de conhecer muita gente incrível ao longo da minha carreira e isso foi algo que abriu muitas portas. Além disso, também tento ser ciente de que tive a sorte de ter muitos privilégios: nasci em uma família classe média, o que já implica em: nunca passar fome, não viver em uma área perigosa, nunca faltou grana em casa (até tivemos momentos de bastante fartura) e todas essas coisas.

Além disso, eu sei que também tive a sorte de ter os pais que tive. Apesar das dificuldades, meus pais fizeram de tudo e mais um pouco para que eu tivesse uma educação de qualidade. Eles terem se importado tanto com isso é uma coisa que eu até vou tentar, mas acho que nunca vou ser capaz de retribuir.

Eu não quero tentar politizar nada, mas é impossível falar de educação sem falar dos tempos atuais, em que infelizmente várias teorias da conspiração, obscurantismos e movimentos anticiência (terra plana, antivacina e por aí vai) vem ganhando força.

Sério, se você realmente quer fazer algo contra “o sistema”, estudar e entender como a ciência funciona ainda é uma das maiores revoluções que você pode fazer.

Eu compartilho o pouco do que sei aqui no blog, porque foi saber esse pouquinho, que tornou possível que, eu, o filho da dona de casa Eulália e do pescador João, morasse na Europa e começasse trabalhar como software engineer em uma das maiores empresas do mundo.

Mais uma vez: corre atrás do seu sonho.

Tá, talvez eu tenha caído um pouco no auto-ajuda, mas de qualquer forma, se eu puder ajudar uma pessoa com essa mensagem, já valeu a pena.

Bom, o post de hoje era isso!

Espero que tenham gostado, tenham todos um feliz novo e um ótimo recomeço e que final de 2020 eu e você possamos comemorar mais um monte de conquistas!

E até o próximo post!

Assine a Newsletter